Home > Copa Internacional Ipiranga Sub-20 > São Paulo vence o Botafogo nos pênaltis e conquista o bi da Copa Internacional Sub-20

São Paulo vence o Botafogo nos pênaltis e conquista o bi da Copa Internacional Sub-20

A temporada 2016 foi histórica para a categoria Sub-20 do São Paulo Futebol Clube. Na noite deste domingo (19), a equipe comandada pelo técnico Rafael Paiva conquistou o bicampeonato da Copa Internacional Sub-20, no Complexo Esportivo da PUCRS, em Porto Alegre, ao superar o Botafogo por 5 a 3 nos pênaltis depois de um empate por 2 a 2 no tempo normal em que o time tricolor ficou atrás do placar em duas oportunidades.

O São Paulo se consagra como bicampeão do torneio, do qual também levantou o troféu em 2015, e de forma invicta: quatro vitórias e três empates. O time terminou a Copa Internacional com o melhor jogador (Léo Natel) e a defesa menos vazada (troféu entregue ao goleiro Denis). Com o campeonato, o Tricolor chegou ao quinto troféu da categoria Sub-20 no ano e o 12º da temporada para Cotia: ganhou Copa Sub-20, Libertadores, Copa Ouro, Copa do Brasil e Campeonato Paulista Sub-20; Taça BH, Salvador Cup, Copa Ouro e Campeonato Paulista Sub-17; Copa Brasil Sub-15; Gothia Cup e Peace Cup Sub-13.

No começo, a partida foi equilibrada, com o São Paulo dando o ritmo de jogo. O time do técnico Rafael Paiva marcava alto e forçava o Botafogo a tocar a bola no campo de defesa. Mas, como o futebol não é justo, o time carioca chegou ao gol de abertura do placar na única vez que levou perigo ao goleiro Denis.

Em lance confuso na grande área, aos 32 minutos do primeiro tempo, o lateral-esquerdo são-paulino, Gabiga empurrou o botafoguense Lima e o árbitro Leandro Vuaden marcou o pênalti. Na cobrança segura de Igor Cássio no canto esquerdo, o Glorioso abriu o escore. 1 a 0 Bota.

Atrás no placar, o São Paulo voltou com uma alteração para o segundo tempo: saiu Marquinhos, entrou Paulinho. Na primeira chance, Léo Natel recebeu na esquerda, partiu pra cima dos zagueiros e chutou, mas à esquerda do gol. E o atacante, eleito melhor jogador do torneio, não desistiu, conseguindo igualar o placar aos nove. O camisa 21 pegou na esquerda e chutou cruzado, a bola ainda bateu na trave e entrou, empatando o jogo.

O que os são-paulinos não contavam era tomar um gol no único contra-ataque que o Botafogo conseguiu encaixar na etapa final. Aos 25, Alison serviu Amilcar e o atacante não perdoou, colocando novamente o Glorioso em vantagem.

A salvação Tricolor veio do banco de reservas. Com apenas dois minutos em campo, Oliveira aproveitou sobra de bola alçada na área e pegou de primeira para deixar tudo igual de novo. Um golaço do São Paulo.

Com a igualdade no tempo regulamentar, a decisão foi para os pênaltis. E o goleiro Denis acabou se consagrando ao defender a cobrança de Victor Lindenberg, a primeira dos cariocas. Kanu, Alison e Fernando até converteram suas penalidades para o Botafogo, mas o aproveitamento impecável dos são-paulinos foi fatal. Gaúcho, Diego, Paulinho, Oliveira e Léo Natel decretaram o bicampeonato do São Paulo na Copa Sub-20.

Domingo, 18/12/2016
Complexo Esportivo da PUCRS – 19:30
Botafogo 2 (3) x (5) 3 São Paulo
Igor Cássio 32′ 1T (B)
Amílcar 25′ 2T (B)
Léo Natel 9′ 2T (SP)
Oliveira 30′ 2T (SP)

Arbitragem: Leandro Vuaden, auxiliado por Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior.

Botafogo: Diego; Fernando, Helerson, Kanu e Victor Lindemberg; Jordan, Rickson, Amilcar (Ion) e Alison; Lima (Matheus Jorge) e Igor Cássio (Jean). Técnico: Felipe Lucena

São Paulo: Denis; Belão, Neves, Gleysson (Rodrigo) e Gabiga (Oliveira); Luizão, Luan, Frizzo (Gaúcho), Marquinhos (Paulinho), Léo Natel e Gabriel Novaes (Bissoli). Técnico: Rafael Paiva

Pênaltis:
Botafogo
1 – Victor Lindemberg (Denis defendeu) – 0 x 1
2 – Kanu (gol) – 1 x 2
3 – Alison (gol) – 2 x 3
4 – Fernando (gol) – 3 x 4

São Paulo
1 – Gaúcho (gol) – 0 x 1
2 – Bissoli (gol) – 0 x 2
3 – Paulinho (gol) – 1 x 3
4 – Oliveira (gol) – 2 x 4
5 – Léo Natel (gol) – 3 x 5

Fotos: Rafael Passos

Leave a Reply