Home > Campeonato Brasileiro Série B > Inter vence o Guarani, engata 3ª vitória seguida e se consolida no G-4

Inter vence o Guarani, engata 3ª vitória seguida e se consolida no G-4

Com um jogo seguro, o Internacional emplacou na tarde deste sábado (5), a 3ª vitória seguida na Série B do Campeonato Brasileiro. Depois de bater o Oeste e Goiás, o Colorado venceu o Guarani por 2 a 0, no Brinco de Ouro, em Campinas. Sasha, no primeiro tempo, e Claudio Winck, na etapa final, marcaram.

O duelo válido pela 19ª rodada contra o Bugre era direto pelo G-4. O time comandado por Guto Ferreira abriu vantagem sobre o adversário na tabela. Agora, o Inter tem 33 pontos, a três do líder América-MG. O Guarani, por sua vez, estacionou nos 28 pontos após a terceira derrota seguida e o sexto jogo sem vencer.

O próximo compromisso do Inter está agendado para o sábado (12), contra o Londrina, às 16h30min, no Beira-Rio, Já o Guarani volta a campo na sexta-feira, contra o Brasil-Pel, no Bento Freitas, às 19h15min.

O Jogo

inter

Sasha abriu a vitória colorada. Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Sem vencer a cinco jogos, o Guarani começou a partida pressionando o Colorado no Brinco de Ouro da Princesa, porém, o Bugre não assustou a meta de Danilo Fernandes. O mais perto de se considerado chance foi aos oito minutos, quando Fumagalli bateu de virada, mas a bola saiu fraca, nas mãos do camisa 1 do Inter. Após os primeiros minutos, o Colorado tomou conta do jogo e passou a criar chances.

Aos 14 minutos, D’Alessandro cruzou da esquerda e Cláudio Winck cabeceou pela linha de fundo, assustando Leandro Santos. Aos 26, William Pottker cruzou da direita para Eduardo Sasha concluir na saída do goleiro: Inter 1 a 0.

Com a vantagem nas mãos, o Inter passou em campo na tarde de sábado e teve boas oportunidades para ampliar, mas pecou nas finalizações. Aos 31, Edenilson lançou Damião na entrada da área. O atacante invadiu, ajeitou e bateu, só que o chute saiu fraco e ficou nas mãos de Leandro Santos. O Guarani procurava o ataque, mas sem organização foi para o intervalo perdendo por 1 a 0.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o Inter quase ampliou logo no primeiro minuto. Uendel lançou Damião, que driblou o goleiro, avançou e bateu com o pé esquerdo. Betinho, em cima da linha, salvou o Bugre. No rebote, o centroavante, tentou uma espécie de bicicleta, e mandou para fora.

O Guarani foi para o tudo ou nada e chegou com perigo aos oito minutos. Gilton cobrou lateral dentro da área, Richarlyson desviou de cabeça e obrigou Danilo Fernandes fazer boa defesa, espalmando pela linha de fundo. Logo depois, o Colorado voltou ao ataque e criou três mais oportunidades para ampliar.

Aos 15, Leandro Damião passou de cabeça para D’Alessandro, que chutou forte e a bola passou próximo a trave esquerda do bugrino Leandro Santos. Na sequência, William Pottker mandou o chute de fora da área e a bola novamente passou perto ao travessão. Aos 20 minutos, Edenilson invadiu a área e deixou Damião livre para marcar. e e de novo o atacante desperdiçou. O camisa 22 bateu rasteiro e Leandro Santos fez a defesa.

O time campineiro deu um estocada aos 25. Lenon arriscou de fora da área e mandou a bola por cima do gol de Danilo Fernandes. Aos 34 minutos, o Inter finalmente matou o jogo. Cláudio Winck lançou Nico López, pela direita de ataque dentro da área. O uruguaio fez jogada individual, passou pelo marcador rente à linha de fundo e devolveu para o lateral-direito, que chutou para as redes. 2 a 0.

Cinco minutos depois, a lei do ex quase castigou o Inter. Cuesta e Danilo Fernandes se atrapalham e a bola sobrou para Eliandro, que rolou para Renteria, dentro da área. O colombiano campeão da Libertadores 2006 chutou e Cláudio Winck salvou em cima da linha.

Confira os gols do Inter narrados por Adriano Garcia

Eduardo Sasha

Cláudio Winck

Entrevistas pós-jogo

Guto Ferreira

Roberto Melo

 

Guarani 0 x 2 Internacional
Ficha Técnica
Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).
Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique apita o jogo, auxiliado por Michael Correia e Carlos Henrique Alves de Lima Filho, trio carioca.
Gols: Eduardo Sasha 26′ 1T, Cláudio Winck 34′ 2T
Cartões amarelos: Evandro, Genílson (G); Uendel (I)
Público: 9.890 pagantes/Renda: R$ 182,835,00

Guarani: Leandro Santos; Lenon, Genilson, Diego Jussani e Gilton; Evandro, Richarlison, Betinho (Kevin), Fumagalli (Rentería) e Bruno Nazário (Luiz Fernando); Eliandro. Técnico: Vadão.

Internacional: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Klaus, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson e D´Alessandro (Charles); William Pottker, Leandro Damião (Nico Lopez) e Eduardo Sasha (Camilo). Técnico: Guto Ferreira.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Leave a Reply