Home > Copa Paulo Sant´Ana > Cruzeiro vence clássico Ze-Cruz e lidera a Copa Paulo Sant’Ana

Cruzeiro vence clássico Ze-Cruz e lidera a Copa Paulo Sant’Ana

O feriado que comemora a Independência do Brasil teve mais um edição de um dos mais tradicionais embates do futebol gaúcho. O clássico Ze-Cruz que é disputado desde 1914 ganhou mais uma página na sua gloriosa história. Em duelo válido pela 7ª Rodada do Grupo B da Copa Paulo Sant´Ana, o Cruzeiro venceu o São José por 2 a 1 no Vieirão, em Gravataí. Os tentos do match foram anotados por Ghullithi e Joanderson para o Estrelado, enquanto Kelvin descontou para o Zequinha.

O retrospeto do clássico marca: 65 vitórias do Cruzeiro, 38 empates e 57 triunfos do São José em 160 confrontos. O Estrelado chegou a 11 pontos e assumiu a liderança do Grupo B e volta a campo no domingo (10), às 16h, contra o Igrejinha, às 16h, no Estádio Alberto Carlos Schwingel.

Já o São José divide a vice-liderança da chave com Aimoré e Igrejinha. Todos somam oito pontos, mas o Zequinha é o segundo pelo critérios de desempate – saldo de gols: SJ 6, Aimoré 2 e Igrejinha 1. O próximo desafio da equipe treinada por Rafael Jaques é contra Índio Capilé no dia 13/9, às 15h, no Passo D’Areia.

O primeiro tempo não apresentou muita emoção ao torcedor que compareceu em bom número no Estádio Antônio Vieira Ramos. Porém, a etapa complementar – principalmente os primeiros minutos foram de tirar o fôlego. Logo a um minuto o zagueiro Ghullithi aproveitou cobrança de corner e fez 1 a 0 abriu o escore para o Estrelado. Cinco minutos depois, Rafinha bateu para o gol, o goleiro Fábio deu rebote e Janderson mandou para a rede. 2 a 0. O Zequinha descontou com um golaço de Kelvin aos 8 minutos. O garoto chutou da entrada da área e acertou no ângulo de Deivity.

Cruzeiro 2 x 1 São José
Ficha Técnica
Local: Estádio Antônio Vieira Ramos (Vieirão), em Gravataí
Arbitragem: Luciano Prudente, auxiliado por Thiago Kappes Diel e Michael Stanislau
Gols: Gullithi 1′ 2T, Janderson 6′ 2T (C); Kelvin 8′ 2T (C)

Cruzeiro: Deivity; Diego Superti, Wagner Silva, Ghullithi e Otávio; Tawan, Reinaldo (Gregory), Nathan (Matheus Paulista) e Diogo (Carlos França); Rafinha Magalhães (Saldanha) e Janderson. Técnico: Claiton dos Santos.

São José: Fabio; Marcel (Rafinha), Alemão, Bruno Jesus e Dudu Mandai; Guedes, Fidelis (Silas) e Diego Torres; Paulinho (Wandinho), Marcio Jonatan (Kelvin) e Flávio Torres (Mateus Totô). Técnico: Rafael Jaques.

Foto: José Haag/Cruzeiro/Divulgação

Leave a Reply