Home > Copa Paulo Sant´Ana > Os heróis vestem a camisa 1

Os resultados dos jogos de ida de das semifinais da Copa Paulo Sant’Ana encaminharam os classificados, era o que muitos achavam. Cruzeiro e Pelotas entraram com vantagem nas disputas diante de São José e Aimoré, respectivamente, mas na tarde deste domingo, 15, os dois times que estavam em situação desfavorável conseguiram viradas históricas.

O Cruzeiro havia vencido o São José fora de casa, no Passo D’Areia, e podia até perder por 1 a 0 que sairia com a vaga. Num joio nerviso no Estádio Antônio Vieira Ramos (Vieirão), em Gravataí, o Estrelado aumentou ainda mais a vantagem, logo aos nove minutos. França chutou da entrada da área e acertou no ângulo direito de Fabio.

No segundo tempo, aos quatro minutos, o Zeca empatou com o reestreante Cláudio Maradona, marcando um belo gol encobrindo Deivity. Com chances para os dois lados, o jogo ficou aberto. Na melhor oportunidade estrelada, Reinaldo cabeceou na trave esquerda e no rebote Fabio defendeu o chute à queima-roupa de Rafinha. Mas 39, um bate-rebate na área Deivity defendeu milagrosamente os chutes de Kelvin e Mateus Totô, no terceiro rebote, Totô empurrou de carrinho e conseguiu marcar 2 a 1 São José.

O resultado era o único que levava a disputa para os pênaltis. E aí apareceu novamente o goleiro, mito, capitão e goleador Fábio. O camisa 1 chutou a primeira cobrança e fez. Para o Cruzeiro acertaram Superti, Reinaldo e Otavio; e para o Zeca, Claudinho, Alemão e Rambo. No quarto chute estrelado, Fábio acertou o canto na cobrança de Saldanha e deixou o time da Zona Norte em vantagem. Maradona converteu a última e decretou o placar final: 5 a 3.

Cruzeiro 1 (3) x (5) 2 São José
Ficha Técnica
Local: Estádio Antônio Vieira Ramos, em Gravataí
Arbitragem: Daniel Nobre Bins, auxiliado por Lucio Beiersdorf Flor e Jorge Eduardo Calza
Gols: França 9′ 1T (C); Cláudio Maradona 4′ 2T, Mateus Totô 39′ 2T (SJ)
Cartões amarelos: Superti, Ben-Hur, França, Reinaldo (C); Rambo, Clayton, Paulinho, Flávio Torres (SJ)

Cruzeiro: Deivity; Diego Superti, Wagner, Gullithi e Otavio; Ben-Hur, Leanderson (Paulista) e Reinaldo; Janderson (Natan), Rafinha (Saldanha) e França (Gregori). Técnico: Claiton dos Santos.

São José: Fabio; Luiz Felipe, Claudinho, Everton Alemão e Dudu (Rambo): Guedes, Fidelis (Crystopher), Diego Torres (Kelvin) e Clayton; Paulinho (Cláudio Maradona) e Flavio Torres (Mateus Totô). Técnico: Rafael Jaques.

Pênaltis

Cruzeiro
1 Diego Superti – gol 1 x 1
2 Reinaldo – gol 2 x 2
3 Otavio – gol 3 x 3
4 Saldanha – Fabio defendeu 3 x 4

São José
1 Fabio – gol 0 x 1
2 Claudinho – gol 1 x 2
3 Everton Alemão – gol 2 x 3
4 Rambo – gol 3 x 4
5 Cláudio Maradona – gol 3 x 5

Goleiro do Aimoré, Nicolas, defendeu duas cobranças. Foto: Digue Cardoso.

Goleiro do Aimoré, Nicolas, defendeu duas cobranças. Foto: Digue Cardoso.

O Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo, viu uma recontada mais impressionante. O Pelotas havia vencido o Aimoré na Boca do Lobo por 2 a 0, no domingo passada. No início da semana, o técnico aimoresista Fabiano de Borba deixou o cargo e Arilsonm time do Sub-20, foi efetivado.

No primeiro tempo, o time leopoldense pressionou, mas não conseguiu furar a marcação pelotense. Na etapa complementar, o Aimoré abriu o placar aos nove minutos, quando Matheus recebeu um cruzamento e venceu o goleiro Copetti. Os donos da casa precisavam de mais um gol para levar a decisão para os pênaltis. O Pelotas, por sua vez, se segurou como podia, até os acréscimos. Mas aos 46 minutos, Giovane Rosa marcou o 2 a 0 para o delírio da torcida do Aimoré. O escore levou a disputa para os pênaltis. E aí foi a vez de outro camisa 1 brilhar na tarde ensolarada. O arqueiro do Aimoré pegou duas cobranças – de Ricardo Bierhals e de Juliano Tatto – enquanto Copetti buscou o chute de Faísca. Placar final, 4 a 3.

A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) deve confirmar as duas partidas decisivas para os dois próximos finais de semana. O primeiro será no Cristo Rei, e o segundo, no Passo D’Areia. O campeão da Copa Paulo Sant’Ana escolhe se jogará a Série D ou a Copa do Brasil. O vice fica com a outra vaga.

Aimoré 2 (4) x (3) 0 Pelotas
Ficha Técnica
Local: Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo
Arbitragem: Vinícius Amaral, auxiliado por José Eduardo Calza e Luiza Reis
Gols: Matheus 9′ 2T, Giovane Rosa 47′ 2T

Aimoré: Nicolas, Murilo (Patrick), Luiz Henrique (Matheus), Douglão, Tiago Alemão, Digaô, Faísca, Feijão (Thiaguinho), Elton, Nuno (Brandão) e Giovane Rosa. Técnico: Arílson Costa.

Pelotas: Rafael Copetti, Thomaz, Weverson, Ricardo Bierhals, Juliano Tatto, Tiago Gaúcho (Alberto), Rodrigo Vitor, Jean Roberto (Berg), Gustavo Xuxa (Taygor), Rafinha (Carlos Eduardo) e Igor Padilha (Giovane Gomez). Técnico: Thiago Gomes.

Pênaltis

Aimoré
1 Faísca – Copetti defendeu 0 x 0
2 Thiaguinho – gol 1 x 0
3 Giovane Rosa – gol 2 x 1
4 Matheus – gol 3 x 2
5 Digaô – gol 4 x 3

Pelotas
1 Bierhals – para fora 0 x 0
2 Rodrigo Vitor – gol 1 a 1
3 Alberto – gol 2 a 2
4 Giovane Gomez – gol 3 a 3
5 Juliano Tatto – Nicolas defendeu 4 x 3

Fabio, do São José, colocou o São José na final da Copa Paulo Sant’Ana. Foto: Pablo Nunes.

Assista as cobranças de pênalti entre Cruzeiro x SãoJosé

Ouça as penalidades na narração de Peter Lenhart; comentário de Rodrigo Aliardi; reportagem de Júlia Goulart e Rafael Passos.

Gol do Cruzeiro – França 

Gol de Cláudio Maradona – São José

Gol de Mateus Totô – São José

 

Copa Paulo Sant’Ana – Artilharia

Cruzeiro
França – 7 gols
Janderson – 4 gols
Reinaldo – 3 gols
Diego Superti – 2 gols
Rafinha – 2 gols
Lucas Santos – 1 gols
Paulista – 1 gol
Gullithi – 1 gol
Saldanha – 1 gol

Ypiranga
Paraíba – 3 gols
Parede – 3 gols
Safira – 2 gols
Leonardo – 1 gol
Michel – 1 gol
Rennan – 1 gol
Drama – 1 gol
Gabriel Araújo – 1 gol

Internacional
André – 3 gols
Fábio Alemão – 2 gols
Léo Ortiz – 2 gols
Ariel – 1 gol
Yan Petter – 1 gol
Léo Ávila – 1 gol
Fernandinho – 1 gol
Joanderson – 1 gol
Jéferson – 1 gol
Vitor (contra/Três Passos) – 1 gol

Aimoré 
Nuno – 3 gols
Giovane Rosa – 2 gols
Faísca – 1 gol
Thiaguinho – 1 gol
Raymond – 1 gol
Centeno – 1 gol
Élton – 1 gol
Luis Henrique – 1 gol
Filipe – 1 gol
Brandão – 1 gol
Matheus – 1 gol

São José 
Diego Torres – 6 Gols
Fábio – 5 gols
Kelvin – 3 gols
Flávio Torres – 2 gol
Mateus Totô – 2 gols
Marcio Jonatan – 1 gol
Crystopher – 1 gol
Clayton – 1 gol
Cláudio Maradona – 1 gol
Guedes – 1 gol

Pelotas
Paulinho Simionato – 4 gols
Jean Roberto – 3 gols
Gustavo Xuxa – 2 gols
Rodrigo Vitor – 2 gols
Giovane Gomez – 2 gols
Igor Padilha – 1 gol
Valença (contra/Guarany) – 1 gol

Guarany
Welder – 3 gols
Maurício – 2 gols
Thiago Saraçol – 2 gols

Grêmio
Batista – 4 gols
Denilson – 2 gols
Lucas Poletto – 1 gol
Patrick – 1 gol
Isaque – 1 gol
Guilherme Guedes – 1 gol
Machado – 1 gol
Conrado – 1 gol

Três Passos
Cesinha – 1 gol
Vítor Ramos – 1 gol
Sangalli – 1 gol
Luis Henrique – 1 gol
Léo – 1 gol
Guto – 1 gol
Carlinhos – 1 gol

Igrejinha 
Igor Nobre – 2 gols
Lucas Schulz – 1 gol
Dariel – 1 gol
Djoni – 1 gol
Ângelo – 1 gol
Natan Patrola – 1 gol

Real
Ramon – 1 gol

Nova Prata
Cristiano – 1 gol
Fischer – 1 gol

Bagé 
Marquinhos – 1 gol
Cleiton – 1 gol
Diego Rocha – 1 gol

Vitor – 1 gol
Wandílson – 1 gol

Leave a Reply